Máquina fotográfica das missões Apollo vai a leilão

A única máquina fotográfica da NASA que foi à Lua e regressou à Terra nas diferentes missões Apollo, entre 1969 e 1972, será leiloada em Viena, Áustria, no dia 22 de março, afirmaram à agência France Presse os organizadores.

A câmara, que se assemelha a uma caixa prateada, podia ser presa à parte frontal dos fatos dos astronautas, tem um valor estimado entre os 150 mil e os 200 mil euros, segundo Peter Coeln, proprietário da galeria Westlicht, onde será realizado o leilão.

No total, a agência espacial norte-americana enviou 14 máquinas fotográficas nas missões Apollo 11 a 17, entre 1969 e 1972, mas apenas uma regressou.

As câmaras, que pesavam vários quilos, eram abandonadas para permitir aos astronautas trazer para a Terra pedras lunares, porque o peso é uma das preocupações principais nas missões.

A máquina Hasselblad, que está a ser vendida por um colecionador italiano, foi utilizada pelo astronauta Jim Irwin para tirar 299 fotografias na missão Apollo 15, em 1971.

Uma pequena placa, no seu interior, com o número 38 - o mesmo número que aparece nas fotografias da NASA - "é a prova total de que esta câmara é a verdadeira e que esteve mesmo na Lua", afirmou Coeln.

A galeria Westlicht, a maior do mundo a dedicar-se ao leilão de máquinas fotográficas, já foi palco da venda de equipamento fotográfico histórico: em 2012, vendeu o protótipo da câmara Leica, feito em 1923, por 2.16 milhões de euros, estabelecendo um recorde mundial.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG