Português decobre novo sensor de glicose

Aumento da glicémia numa veia abdominal activa regiões cerebrais associadas ao prazer

O investigador português Albino Oliveira-Maia descobriu que a activação dos centros de recompensa cerebrais ligados ao aumento da glicose no sangue é especialmente evidente quando ele se regista numa veia chamada porta hepática, localizada no abdómen, que recebe sangue do intestino. Este resultado, publicado hoje na revista PLoS ONE, sugere a existência de um sensor de glicose na região abdominal com ligação aos centros de recompensa no cérebro. A descoberta abre caminho a novas investigações e poderá no futuro ajudar a compreender problemas ligados à alimentação, como a obesidade.

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Mais Notícias

Outras Notícias GMG