Lixo marinho e arte em destaque no Oceanário

Mais de 20 esculturas, feitas a partir de lixo encontrado em praias e retirado do mar, poderão ser visitadas gratuitamente no Oceanário entre 17 de setembro e 26 de novembro.

A exposição, "Keep the Oceans Clean", é da autoria da Skeleton Sea e já foi vista por mais de quatro milhões de pessoas, tendo passado por aquários como o L' Oceanographic de Valência, o Aquário de San Sebastien e o Museu Marítimo de Bilbao.

Os visitantes poderão contemplar o "Flip Flop Fish", peça feita com chinelos de plástico e a "Roxy Marmaid", construída com detritos de embarcações, entre outras esculturas. Os artistas do "Skeleton Sea", pretendem mostrar que, com algum lixo e muita criatividade, é possível criar obras de arte que inspiram o público a proteger os ecossistemas marinhos.

Como surfistas e amantes da natureza, os três artistas plásticos têm conseguido de uma forma original e interventiva envolver a comunidade de surfistas, bodyboarders e o público em geral neste projeto ao dar outra vida ao lixo recolhido nas praias que têm visitado por todo o mundo.

A poluição marinha representa um problema ambiental de dimensão planetária com acumulação e deterioração de plástico e outros resíduos nos oceanos. Este facto mobilizou os artistas do "Skeleton Sea" a criar a exposição, que tem como objetivo alertar para a responsabilidade de todos na conservação dos oceanos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG