Astronautas completam com êxito 1.ª acoplagem espacial

Os três astronautas chinesas que viajam na nave "Shenzhou IX", lançada para o espaço no último dia 16, completaram hoje com sucesso a acoplagem manual entre o seu veículo e o módulo espacial "Tiangong I.

A manobra, a primeira deste tipo levada a cabo pela China, foi dada como concluída pouco antes das 12:50 (05:50 em Lisboa), indicou a agência oficial chinesa Xinhua, segundo a qual a China "já domina as tecnologias de acoplagem e tem as capacidades básicas para construir uma estação espacial".

No dia 18, os três astronautas, entre os quais figura a primeira astronauta chinesa, Liu Yang, realizaram uma acoplagem com o "Tiangong I" (palácio celestial), mas na altura recorreram ao procedimento automático.

O "Tiangong I", embrião da futura base espacial permanente da China, acoplou já, no ano passado, por duas ocasiões, com recurso ao modo automático, com o "Shenzhou VIII", contudo, a nave não era tripulada.

Depois da acoplagem de hoje, os três astronautas permanecerão no módulo durante umas horas para realizar algumas experiências antes de regressar à nave "Shenzhou IX" (nave divina).

Os "taikonautas", nome pelo qual são conhecidos os astronautas chineses desde que começaram a explorar o espaço em 2003, preveem regressar à Terra na próxima terça-feira, na quarta missão tripulada do país.

Com este programa, a China, terceiro país a levar um astronauta ao espaço, pretende demonstrar que está tecnologicamente equipada para trabalhar em bases permanentes no espaço, face às reticências de países como os Estados Unidos.

A China planeia instalar o seu primeiro laboratório no espaço até 2016 e dispor de uma estação espacial permanente no final da década, na mesma altura em que a atual Estação Espacial Internacional será desativada.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG