Feiras em Lisboa voltam a ser proibidas

Feiras do Relógio, da Ladra e das Galinheiras novamente suspensas, na sequência das restrições determinadas para a área metropolitana de Lisboa.

As feiras do Relógio, da Ladra e das Galinheiras estão novamente suspensas, na sequência da resolução do Conselho de Ministros aprovada na última segunda-feira, que determinou novas restrições para toda a Área Metropolitana de Lisboa (AML), face ao aumento de contágios de covid-19 que se tem vindo a registar nas últimas semanas em vários concelhos.

O anúncio da suspensão foi feito esta manhã pela Câmara de Lisboa, invocando o diploma do Governo - que proíbe ajuntamentos de mais de dez pessoas nos 18 municípios da área metropolitana - para determinar o cancelamento das três grandes feiras semanais da cidade.

As feiras do Relógio, da Ladra e das Galinheiras tinham voltado a reabrir há cerca de um mês, após dois meses suspensas devido à pandemia de covid-19. Na altura a autarquia determinou que só os feirantes permanentes poderiam voltar, e clientes e feirantes estavam obrigados ao uso de máscara e a manter o distanciamento.

A pandemia de covid-19 e as medidas tomadas para toda a área da grande Lisboa estão a ser analisadas esta manhã pela AML. Um dos pontos da agenda do Cponselho Metropolitano é o reforço da rede de transportes públicos de acesso à capital.

Mais Notícias