Museu novaiorquino é revolucionário e peça de grande modernidade

Ícone, revolucionário, uma peça de grande modernidade - é como os arquitectos Siza Vieira, Souto Moura e a crítica de arquitectura Ana Vaz Milheiro definem o Museu Guggenheim de Nova Iorque, que quarta-feira completa 50 anos.

Projectado pelo arquitecto norte-americano Frank Lloyd Wright, o Museu Solomon Robert Guggenheim de Nova Iorque, em homenagem ao criador da fundação homónima e do museu, foi inaugurado a 21 de Outubro de 1959, escassos meses depois da morte de quem o desenhara.

"Se se pode falar de ícone em relação à arquitectura, é um ícone", garante Álvaro Siza Vieira em declarações à agência Lusa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG