Seia assiste a filmes gratuitos

O CineEco - Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela que começa no sábado, em Seia, exibe cerca de 90 filmes e todas as sessões de películas ambientais são gratuitas, anunciou hoje a organização.

"Vai ser uma semana em cheio, com cerca de 90 filmes (curtas, médias e longas-metragens), apresentadas no único festival de cinema ambiental que se realiza em Portugal e um dos mais antigos do mundo", refere a organização do festival que vai decorrer até 26 de outubro, nas instalações da Casa Municipal de Cultura de Seia.

Os promotores dizem que apenas serão pagas as exibições comerciais, que decorrem à noite.

Em relação à exclusividade, é referido que o festival "é um dos membros fundadores da plataforma Green Film Network, que integra mais de 20 festivais de cinema de ambiente de todo o mundo".

"Por isso, além dos filmes inscritos, [o público] tem acesso aos melhores filmes ambientais das mais variadas origens", refere o diretor, Mário Jorge Branquinho, numa nota enviada hoje à agência Lusa.

Segundo o responsável, a competição internacional arranca no sábado, às 18:00, com o filme 'Planeta Oceano' de Yann Arthus-Bertrand & Michael Pitiot (França) e encerra com o documentário 'Velocidade', de Ivo Vinuesa (Espanha).

O júri do festival, presidido pelo diretor da Cinemateca Brasileira, Lisandro Nogueira, terá "a árdua tarefa de selecionar os melhores entre as onze longas-metragens da competição internacional", é assinalado.

'No Ventre de Tóquio' (Reinhild Dettmer-Finke, Alemanha), 'Planeta Oceano' (Yann Arthus-Bertrand & Michael Pitiot, França), 'A Quintinha' (Nikos Dayandas, Grécia), 'Em Transição 2.0' (Emma Goude, Reino Unido), 'Metamorfose' (Sebastian Mez, Alemanha), 'Vamos Salvar os Alimentos' (Valentin Thurn, Alemanha) e 'O Negócio do Carvão' (Lorena Luciano & Filippo Piscopo, Estados Unidos da América) são alguns dos filmes a concurso.

O CineEco tem também a particularidade de reunir realizadores, especialistas de meio ambiente, diretores de festivais e personalidades portuguesas do teatro e do cinema, como os atores Nuno Melo, Pedro Górgia e Paula Guedes, segundo os organizadores.

O festival de cinema ambiental da Serra da Estrela, organizado pela Câmara Municipal de Seia, tem como principal objetivo a divulgação de valores naturais e ecológicos, através do cinema e de atividades culturais, que abordam temas da atualidade como a biodiversidade, sustentabilidade, energias renováveis, requalificação urbana, alimentação biológica e compromissos ambientais de uma forma abrangente e pedagógica.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG