Dez euros bastaram para fazer nascer um euro milionário – e muito mais

O prémio de 100 milhões de euros atribuído esta sexta-feira a um apostador português do Euromilhões simboliza um "clube" de grande importância para Portugal.

Poderia até ser o caso de estarmos a referir-nos ao clube nacional dos euro milionários, 70 apostadores portugueses que conquistaram o primeiro prémio do Euromilhões desde a sua chegada a Portugal, em 2004. Um clube que certamente representou mudanças na vida de muitas pessoas, mas que, ainda assim, não tem a mesma estatura que o outro "clube" que ostenta as cores daquela que é a expressão mais popular dos Jogos Santa Casa.

Contudo, esta bem-vinda repetição que teve lugar no sorteio 5 do ano 2020 - repete-se um primeiro prémio para Portugal, repetem-se certamente os gritos de euforia do/da vencedor/a - traz muito mais do que uma fortuna avultada a uma só pessoa, ou não fossem os jogos sociais um dos pilares que sustentam a ação da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Luís Ferreira, dono do estabelecimento Grifoprint e mediador dos Jogos Santa Casa na Malveira onde foi registado o boletim vencedor, expressou várias vezes o seu contentamento por ter tido de certa forma um impacto positivo na vida de alguém. Um alguém que, embora possa até permanecer no anonimato, ficará para sempre na história desta casa que muitos na região da Malveira já consideravam ser a casa da "sorte boa", quanto mais não fosse pela simpatia que ali se encontra, um prémio garantido, mesmo sem boletim ou cautela.

Garantida, essa sim, é a importância dos jogos sociais para a sociedade portuguesa, algo que foi sublinhado não só por Luís Ferreira e por vários dos seus clientes habituais, mas também por Maria João Matos. A Diretora de Comunicação da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa não deixou de congratular o vencedor do prémio mas lembrou também que o Euromilhões, pelas suas características únicas, representa sempre uma mudança que se quer positiva na vida dos portugueses.

Sejam os portugueses que fazem parte do clube dos euro milionários, ou os que fazem parte do outro clube, de estatura e relevância maior: o dos que contam todos os dias com o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e dos Jogos Santa Casa, não para serem mais abastados, mas sim mais afortunados.

Mais Notícias