Maioria das compras nos supermercados e mercearias é paga com cartões

A utilização dos cartões de crédito e débito nas compras de supermercado e mercearia aumentou este ano, voltando estes estabelecimentos a ser os que mais foram pagos através do dinheiro de plástico, revela um estudo da Mastercard.

Mais de metade das operações realizadas com cartões de crédito (51,1 por cento) foram, este ano, efectuadas em hipers, supermercados e mercearias. Estes espaços de comércio também lideram as operações com crédito no ano passado, mas aumentaram este ano o seu peso em 0,5 pontos percentuais (representavam 50,6 por cento das operações em 2008).

Nos cartões de débito 84,2 por cento dos movimentos foram este ano efectuados também naqueles espaços comerciais, uma liderança que cresceu ainda mais (4,9 pontos percentuais) do que a dos cartões de crédito, uma vez que em 2008 representava 79,3 por cento das operações.

Esta liderança nos cartões de débito só é suplantada pelos pagamentos de serviços como carregamentos de telemóvel ou de impostos que este ano absorveu 88,5 por cento das operações a débito, o mesmo valor do ano anterior.

Em ambos os cartões, de crédito e débito, as compras de roupa, calçado e ourivesaria e bijutaria também representam dos maiores usos do dinheiro de plástico: no cartão de crédito representou 43,1 por cento das operações, o mesmo de 2008, e no cartão de débito 69,2 por cento (mais 1,5 pontos percentuais).

A aquisição de combustível também é regularmente feita com aqueles cartões, mas mais com o de débito ((59,8 por cento) do que com o de crédito (27,9 por cento).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG