Gripe Suína: Cancelados voos charter para o México

Os operadores turísticos com voos charters (voos não regulares) de Portugal para o México decidiram hoje suspender os voos para aquele país devido à gripe suína, afirmou à Lusa o porta-voz da associação das agências de viagens.

"Os operadores tomaram a decisão de não efectuar voos para o México até verem qual a evolução da situação", afirmou à Lusa o porta-voz da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT), Paulo Brehm.

"Para já o único voo que está marcado é o da próxima segunda-feira para ir buscar os portugueses que se encontram de férias no México", acrescentou.

Fonte oficial da agência Abreu, líder de mercado no segmento de lazer, confirmou à Lusa o cancelamento dos voos para o México, acrescentando que essa suspensão vai vigorar durante todo o mês de Maio.

No caso dos voos fretados pela agência Abreu trata-se do cancelamento de 500 viagens para Cancún e para a Riviera Maia, acrescentou.

A mesma fonte disse à Lusa que o impacto deste cancelamento no volume de negócios da Abreu é difícil de apurar porque não se trata do principal destino no "vasto portefólio" de oferta da agência de viagens.

"É um produto de excelente qualidade, mas há sempre alternativas, nomeadamente, as Caraíbas e o Brasil, mas se não houvesse esse impacto seria, obviamente, maior", explicou.

A estratégia da agência Abreu passará por oferecer alternativas aos seus clientes, "numa lógica de proximidade, nomeadamente, para as Caraíbas e para o Brasil", concluiu.

O parceiro da Abreu é o operador turístico Iberojet, existindo ainda mais quatro operadores de dimensão a fretar voos para o México, como a SolTur.

Os operadores que operam em Portugal realizam dois voos charters semanais, ao domingo e à segunda-feira.

Os ministros dos Transportes da União Europeia, hoje reunidos em Litomerice, República Checa, decidiram não aprovar a proposta francesa de suspender todos os voos para o México.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG