Fundos árabes querem investir em Portugal

Basílio Horta, presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), confirmou ao jornal 'i' os contactos.

Vários megafundos de investimento dos Emirados Árabes Unidos estão a avaliar a possibilidade de investir em Portugal e estão particularmente atentos às empresas que estão no plano das privatizações, casos da EDP, REN e ANA e das teconólogicas Ydreams e Alert.

A notícia é avançada hoje na edição do jornal 'i' e garante que representantes de dois desses fundos (Qatar Holding e Mubadala) já se deslocaram inclusivamente a Lisboa para verem no terreno as melhores oportunidade de negócio. 'Tivemos contactos dessa natureza e no sentido desses investimentos, nesses sectores', confirmou ao 'i' Basílio Horta, presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).

O 'i' avança ainda que outros megafundos árabes estão atentos a possíveis negócios em Portugal. Um desses grupos é o ADIA (Abu Dhabi Investment Authority), o maior fundo soberano do mundo, com um património avaliado em 485,5 mil milhões de euros.

' Os contactos preliminares foram feitos, mas fizemos questão de sublinhar que não aceitamos que apenas queiram comprar participações em empresas das privatizações. Diria que os alvos mais prováveis são EDP, REN e ANA', confirmou Basílio Horta.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG