McGraw-Hill vai suprimir 550 postos de trabalho

O grupo de edição norte-americano McGraw-Hill, que emprega 21.650 pessoas, anunciou, hoje, que vai suprimir 550 postos de trabalho para enfrentar a actual conjuntura económica.

A McGraw-Hill - com forte presença na edição escolar e que detém também a agência de avaliação financeira Standard and Poor's, o gabinete de estudos J.D. Power e Associados e diversas publicações - revelou que os despedimentos terão lugar nos seus vários sectores de actividade.

O anúncio da reestruturação, que segundo a empresa custará 17,2 milhões de euros, coincide com uma reorganização das actividades escolares do grupo.

O volume de negócios da McGraw-Hill elevou-se para cerca de 4,5 mil milhões de euros em 2008, havendo uma previsão de declínio de quatro a cinco por cento para este ano.

Ao início da semana, o grupo indicou que tencionava vender o semanário BusinessWeek, que tem 4,8 milhões de leitores.

As acções da McGraw-Hill perdiam 1,11 por cento na Bolsa de Nova Iorque às 15:30 de hoje, hora de Lisboa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG