Bruxelas dá 832 mil euros a desempregados portugueses

O Parlamento Europeu (PE) deu hoje luz verde à proposta de Bruxelas de atribuir 832.800 euros do Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização para auxiliar trabalhadores despedidos da indústria têxtil do Norte e Centro de Portugal.

O pedido desta verba foi feito por Portugal à Comissão Europeia em Janeiro último e diz respeito a 1.588 despedimentos registados, de Fevereiro a Novembro de 2008, em 49 empresas do sector têxtil no Norte e Centro do país.

No total, o PE aprovou a mobilização de 4.139.550 euros do Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização, dos quais 3.306.750 euros se destinam a apoiar 1.720 trabalhadores de 30 empresas do sector têxtil situadas na Catalunha, em Espanha.

O Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização, com um limite anual de 500 milhões de euros, foi criado para prestar apoio complementar aos trabalhadores afectados pelas mutações na estrutura do comércio mundial e para contribuir para a sua reinserção no mercado de trabalho.

O dinheiro deverá ser usado em, por exemplo, formação profissional.

A decisão de mobilização do Fundo foi hoje aprovada em plenário por 578 votos a favor, 26 contra e 12 abstenções.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG