Tesouro nacional brilha em museu de Nova Iorque

Objecto raro, pintado por artistas judeus e sobrevivente da Inquisição, é estrela na sala medieval do Metropolitan até 16 de Janeiro.

Produto do trabalho de artistas judeus, a Bíblia de Cervera, tesouro nacional comprado em Haia para a Biblioteca Nacional de Portugal (BNP), no século XIX, foi pintada na Idade Média quando não tinha começado a expansão e a América era um sonho. O que não impede que hoje seja este precisamente o país que mais se interessa por estas obras. O manuscrito, que raramente vê a luz do dia, está agora em exposição no Museu Metropolitan, em Nova Iorque, desde 22 de Novembro, sob o título Lisbon"s Hebrew Bible: Medieval Jewish Art in Context.

Leia mais no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG