Se o futuro pudesse chegar mais cedo aterrava no Porto

Todas as doenças terão cura? Que arquitetura para o futuro? Especialistas de várias áreas reúnem-se no Porto em torno do amanhã

É certo que o futuro encontra as portas sempre abertas, mas o presente pode chamá-lo ao debate. Assim será a partir de hoje no Fórum do Futuro que, até dia 30, traz à cidade do Porto um debate contemporâneo em que neurociência, sociologia, química, arquitetura, filosofia e literatura se acotovelam com olhos postos no amanhã.

Ao norte-americano Robert Wilson caberá hoje fazer a conferência inaugural no Teatro Rivoli. Em "1. Have you ever been here before. 2. No this is the first time" o encenador, coreógrafo, dramaturgo e artista plástico conduzirá o público por um percurso de três horas ao longo de um retrato visual do sua atividade artística.

Dois arquitetos galardoados com o Prémio Pritzker, o francês Jean Nouvel (2008) e Eduardo Souto de Moura (2011), serão chamados a responder à questão "Que arquitetura para o futuro?" (dia 25). De outros dois galardoados com o mesmo prémio, Álvaro Siza Vieira (1992) e o espanhol Rafael Moneo (1996), saberemos o que têm a dizer acerca da "Arquitetura na reconstrução da cidade" (dia 27).

Leia mais pormenores na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outras Notícias GMG