Ruth Negga, a desconhecida

Estamos a conhecer as nomeadas ao Óscar de Melhor Atriz. Hoje, falamos de Ruth Negga, a atriz que o mundo descobriu em "Loving" (mas que Portugal ainda não viu).

Ruth Negga tem 35 anos e é, das cinco nomeadas ao Óscar de Melhor Atriz, aquela que conhecemos menos bem. Ou não conhecemos de todo.

Ruth nasceu na Etiópia, filha de uma enfermeira irlandesa e de um médico etíope, mas aos quatro anos mudou-se com a família para a Irlanda. A sua carreira tem-se dividido entre o cinema e a televisão. Apareceu brevemente no filme Breakfast on Pluto, de Neil Jordan (2005) e depois teve uma série de outras participações. Em 2010, entrou na série de televisão Os Inadaptados, que passou em Portugal no AXN Black, e depois foi Raina na série Os Agentes da Shield, que deu na Fox.

Em 2013 filmou algumas cenas para 12 Anos Escravo, de Steve McQueen, mas o seu papel acabou por ser praticamente cortado. Mas talvez a tenham visto, nesse ano, ao lado de Brad Pitt e de uns quantos zombies em WWZ: Guerra Mundial, de Marc Forster:

Foi preciso chegar a 2015 para Ruth Negga conseguir um papel principal em Iona, de Scott Graham, um pequeno filme que se estreou no festival de Edimburgo mas que nunca chegou ao circuito comercial fora do Reino Unido.

O último ano foi decisivo. Em fevereiro, Loving, de Jeff Nichols, foi apresentado no Festival de Cannes e, em setembro, no festival de Toronto. E logo se percebeu que Ruth Negga estava na corrida aos prémios de melhor atriz do ano (haveria de ser nomeada para os Globos de Ouro, os BAFTA e os Óscares, entre outros prémios) com a sua interpretação de Mildred Loving. Trata-se da história real de Mildred, uma mulher negra, e Richard, um homem branco, que foram presos em 1958 por terem desafiado as leis anti-miscigenação da Virginia. Mildred lutou em tribunal pelo seu amor, até que, em 1967, o Supremo Tribunal acabou por lhe dar razão e permitir o casamento. No filme, Ruth Negga contracena com Joel Edgerton.

Entretanto, enquanto em Portugal esperamos para ver Loving nos cinemas (ainda não há data de estreia), talvez já a tenham visto em Preacher, a série dos mesmos criadores de Breaking Bad, que chegou em novembro passado na canal AMC, e que se baseia na banda desenhada da DC Comics. Ela interpreta o papel de Tulip O'Hare. "Vou fazer uma personagem que era originalmente branca, loura, com umas mamas grandes, e nenhuma dessas características se aplica a mim", comentava atriz numa entrevista ao The Guardian em março de 2016.

Independentemente do que aconteça no próximo domingo, quando forem entregues os Óscares, para os quais Ruth Negga está nomeada a par de Emma Stone (La La Land), Natalie Portman (Jackie), Meryl Streep (Florence Foster Jenkins) e Isabelle Huppert (Ela), ela já é uma vencedora.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG