Realizador histórico de Bond, Guy Hamilton, morreu aos 93 anos

Hamilton esteve com a saga James Bond desde Goldfinger até ao Homem da Pistola Dourada

O realizador britânico Guy Hamilton, conhecido em particular pelo seu trabalho em quatro filmes de James Bond, morreu aos 93 anos, segundo escreve a televisão britânica BBC. Hamilton realizou filmes com Roger Moore e Sean Connery no papel do icónico agente secreto.

Roger Moore partilhou na sua conta da rede social Twitter a sua grande tristeza ao saber da morte do realizador, que foi "para a grande sala de edição no céu". E acrescentou: "2016 está a ser horrível", fazendo referência ao grande número de personalidades das artes, incluindo, por exemplo, os britânicos David Bowie e Alan Rickman, que morreram este ano.

Guy Hamilton realizou 007 - Vive e Deixa Morrer e 007 - O Homem da Pistola Dourada, com Roger Moore, e 007 - Goldfinger e 007 - Os Diamantes são Eternos com Sean Connery, no final dos anos 1960 e princípio dos 1970.

O realizador começou por trabalhar no cinema em França, e chegou a ser assistente de realização de Carol Reed durante cinco anos. Foi só após a Segunda Guerra Mundial que Hamilton começou a realizar os seus próprios filmes. Quando pegou no leme da saga James Bond, realizou os quatro filmes que são considerados parte da "era dourada" do espião.

"Eu tinha uma ideia muito clara do que queria fazer", disse Guy Hamilton sobre Bond, numa citação recuperada agora pela BBC. "Se gastarmos um milhão de dólares, têm que se ver no ecrã".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG