Polícia descarta circunstâncias suspeitas. George Michael sofreu ataque cardíaco

O agente do cantor referiu que este morreu de forma pacífica em casa

George Michael morreu este domingo, dia de Natal, aos 53 anos, alegadamente de ataque cardíaco. De acordo com o seu agente terá sido esta a causa da morte, mas a polícia, ainda que admita que não existem circunstâncias suspeitas, refere que o corpo será autopsiado.

A notícia da morte de George Michael foi dada pelo agente do cantor, que, num comunicado, adiantou que este "morreu de forma pacífica em casa no período de natal". Michael Lippman revelou entretanto à imprensa que o músico foi encontrado sem vida na cama, na sequência de uma falha cardíaca.

As autoridades admitem que a ocorrência não tem ainda explicação, mas que não existem circunstâncias suspeitas. A polícia de Thames Valley, que cobre a região onde se situa a casa de George Michael, afirmou, segundo a Sky News, que será realizada uma autópsia.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG