Pinamonti e Joana Carneiro na direção do São Carlos

O programador italiano Paolo Pinamonti e a maestrina Joana Carneiro vão assumir a direção do Teatro Nacional de São Carlos (TNSC), em Lisboa, disse à Lusa fonte oficial da secretaria de Estado da Cultura.

Ambos substituirão o maestro Martin André, cujo contrato com aquele teatro nacional tinha terminado em julho passado.

Para o italiano Paolo Pinamonti, que atualmente dirige o Teatro Nacional da Zarzuela, em Espanha, será um regresso à direção do São Carlos, de onde saiu em 2007, assumindo agora o papel de consultor artístico.

"Paolo Pinamonti mantém-se como diretor artístico do Teatro da Zarzuela em Madrid e como consultor do TNSC terá a responsabilidade da definição da programação para 2014 e temporadas seguintes", esclareceu a SEC em comunicado.

A maestrina Joana Carneiro, atual diretora artística do projeto Estágio Gulbenkian para Orquestra, da Fundação Calouste Gulbenkian, será a maestrina titular da Orquestra Sinfónica Portuguesa.

Ambos iniciarão oficialmente funções a 1 de janeiro de 2014, mas apresentarão já neste novembro a próxima temporada.

Pretende-se "retomar as apresentações das temporadas completas a partir da temporada Setembro2014/ Julho 2015", explicou a SEC em comunicado.

A secretaria de Estado da Cultura anunciou ainda que Luísa Taveira é reconduzida como diretora artística da Companhia Nacional de Bailado (CNB) e apresentará a próxima temporada em outubro.

O Teatro Nacional de São Carlos e a Companhia Nacional de Bailado fazem parte do Organismo de Produção Artística (OPArt).

No início do mês, o pianista Adriano Jordão foi nomeado para a administração do OPArt em substituição do maestro César Viana.

Adriano Jordão fica com responsabilidade pelo pelouro artístico, enquanto o administrador João Villa-Lobos, também do Opart, mantém o pelouro financeiro.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG