Pilar: Saramago continua a convocar muitas pessoas

A presidente da Fundação José Saramago, Pilar del Rio, viúva do escritor, afirmou esta segunda-feira que o nome do Nobel português continua a convocar muitas pessoas, considerando que Saramago foi um grande cidadão.

"Continua a convocar muitas pessoas e quando se ouve o nome José Saramago aparecem mil, pois mais que um grande escritor, era um grande cidadão", disse Pilar del Rio.

A presidente da fundação esteve no Barreiro para marcar presença na primeira iniciativa do projeto "Oficina Saramago", dos concelhos do Barreiro e da Moita, que ao longo de um ano vão realizar diversas iniciativas para assinalar o homem e a sua obra.

"Houve grande escritores no século XX e Saramago foi um deles, mas dificilmente houve um tão grandioso cidadão, que abriu tantos caminhos", referiu, perante uma sala lotada na escola secundária de Santo André.

Pilar del Rio disse que o Nobel português escrevia, acima de tudo, para compreender, destacando o papel das mulheres nas suas obras.

"Existe uma crise económica e social sem precedentes e são as mulheres as únicas que a podem terminar, pois, como disse Saramago, elas sabem mais. Foi das melhores que retirou muitas das capacidades necessárias para a sua profissão, como a generosidade, paciência e atenção ao detalhe", defendeu.

A viúva do escritor afirmou ainda que José Saramago não se "deixou arrastar pelo que era correto", referindo que o mundo está num processo de humanização "que ainda não acabou".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG