Os divertidos novos monstros da Universal

"A Múmia", de Alex Kurtzman, com Tom Cruise

Para não destoar, é óbvio que é preferível a modéstia e a inocência do primeiro A Múmia, de Stephen Sommers, feito em 1999. Mandava a lógica comparar este reboot aos originais dos anos 1930 e 50, mas este A Múmia está longe de querer prestar homenagens nesse sentido.

Apesar de ser o primeiro desta fase de reciclagem dos clássicos dos monstros da Universal, é sempre um filme a pensar nas exigências atuais da indústria.

A Múmia aqui é uma princesa do Egito antigo que é levada para Inglaterra, onde vai provocar o caos total.

Alex Kurtzman, desconhecido destas andanças, é eficaz a manter o ritmo e a própria ligeireza da coisa, mas atrapalha-se com o excesso de informação da abertura da franchise Dark Universal (Jeckyll e Mr. Hyde terão tempo de antena excessivo?).

No geral, um bem convincente divertimento primaveril com um Tom Cruise tão tolo que é só por si um programa...

Classificação: *** (Bom)

Mais Notícias

Outras Notícias GMG