O rapaz com sangue na guelra

De Cabeça Erguida, Emmanuelle Bercot

Um cinema francês que hoje faz figura de raridade: acreditar nos valores da narrativa e dos grandes temas sociais e não ter medo de ser um grande espetáculo emocional de grande público. Na verdade, a atriz Emmanuelle Bercort nesta sua realização tenta alcançar com qualidade aquilo que chegou a ser batizado de cinema do meio.

Não é nem um objeto de manipulação sentimental indecente nem um figurão de cinema de autor com causa de novo realismo. Diríamos que a tentativa de Bercot é conseguida.


Estreado em Cannes com honras de abertura o ano passado, De Cabeça Erguida é a história de um adolescente problemático cujo comportamento delinquente obriga-o a uma existência entre reformatório a reformatório. Um adolescente interpretado com sangue na guelra por Rod Paradot, vencedor do César de melhor ator revelação.


Bercot sabe dar dureza necessária a um filme que talvez não se torne inesquecível por no seu caderno de notas melodramáticas ter peripécias a mais. Claro que faz psicologia mas é felizmente tudo à flor da pele. A sociedade francesa de hoje e as suas máquinas institucionais filmadas com justeza ética.

Classificação: ***

Mais Notícias