AngraJazz regressa em 2017 em dose (quase) dupla

Festival de jazz da ilha Terceira deverá decorrer entre 4 e 7 de outubro. Em abril, uma novidade: dois dias de música para assinalar o Dia Internacional do Jazz

O anúncio foi feito por José Ribeiro Pinto, da organização, antes dos concertos da derradeira noite: a edição 2017 deverá decorrer entre os dias 4 e 7 de outubro. E há ainda uma novidade: um programa especialmente feito para o dia Mundial do Jazz, nos dias 29 e 30 de abril.

Só então Charenée Wade subiu ao palco com a sua banda - a empatia com o público nasceu na primeira música e cresceu para aquele que se tornou o concerto mais aplaudido de todo o festival.

Com o auditório do Centro de Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo completamente cheio no último de três dias de AngraJazz, a norte americana foi dizendo que "esta música" que apresenta é "congregacional", onde público e músicos contam e criou uma espécie de comunhão.

Trouxe com ele três poderosos músicos mas foi o namoro constante com o pianista Oscar Perez que marcou o espetáculo.A voz acidulada da cantora levou ao festival boa disposição e um conjunto de temas do álbum Offering. No final do concerto "voaram" os poucos exemplares disponíveis do disco, que a cantora autografou.

Os virtuosos The Cookers encerraram o festival, já na madrugada de domingo. Uma formação também norte americana, que apresentou alguns temas do novo trabalho Time and Time Again. O septeto de veteranos do jazz, tem músicos que tocaram com Keith Jarrett, Herbie Hancock ou Max Roach.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG