O escritor rabugento

O autor de ficção científica polaco Andrzej Sapkoski esteve na Comic Con a dar autógrafos

Felizmente está calor nos pavilhões pois muitas destas fantasias deixam o corpo de homens e mulheres bem à mostra e o frio não é boa companhia. O autor de ficção científica polaco Andrzej Sapkoski não deixa de reparar numa cosplay menos vestida e sorri, momento único durante a entrevista que deu ao DN e depois numa infindável sessão de autógrafos. É conhecido por interpretar muito bem o papel de autor carrancudo e veio a Portugal pela primeira vez. É habitual participar nestas convenções: "Apesar do que possa parecer não são só jovens que as frequentam, há muita gente interessada em ficção científica por aqui." Começa por dizer que não tem tempo para conversar e encaminha se para o refeitório dos convidados: "Não há caviar?" Percebe-se que apenas faz o seu número de rabugento e que está satisfeito: "Estou nisto por dinheiro. Criei uma personagem que é arrebatadora e agora é continuar", acaba por confessar.

Mais Notícias