Quem são os parceiros de prémio de Carlos do Carmo?

Conheça os outros vencedores do grammy "Lifetime Achievement Award" da Latin Academy Award que, este ano, galardoou o fadista português Carlos do Carmo.

O Presidente da Latin Recording Academy, Gabriel Abaroa Jr, dizia em comunicado acerca da lista dos contemplados: "Cada um deles é verdadeiramente um mestre do seu género e estamos ansiosos por recebê-los na lista de artistas icónicos que reconhecemos antes deles."

Willy Chirino, o cubano que aos 14 anos deixou o seu país, tornou-se cantor, músico, letrista e produtor. Ficou conhecido como o pai do "Miami sound", uma fusão entre a música cubana, o rock, o jazz e ritmos brasileiros e caribes. Em 2005 ganhou um Grammy para melhor álbum de Salsa/Merengue com Son del Alma.

O mexicano César Costa começou a sua carreira em 1958, no grupo Los Camisas Negras. O seu ecletismo consagrou-o como cantor, ator, produtor, locutor e autor. Criou a Fundácion Académica de la Industria de la Música, que oferece formação na indústria musical para mais de 500 profissionais. Em 2004, foi apontado como embaixador nacional da UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância).

Como o próprio nome indica, Dúo Dinâmico é a dupla formada pelos espanhóis Ramón Arcusa e Manuel de la Calva, cantores, compositores, produtores e atores que, em 1958, surgiam em Barcelona. Produziram grandes êxitos de artistas como Julio Iglesias, Paloma San Bastillo ou José Feliciano. Em 1968, a canção composta pelo duo "La, La, La" venceu como melhor canção do festival Eurovisão, em Londres, levando ao seu país o seu primeiro prémio no festival.

O grupo Los Lobos, nascido em Los Angeles, é formado por Cesar Rosas, Conrad Lozano, David Hidalgo, Louie Perez e Steve Berlin. A fusão que operam entre música tradicional mexicana, o rock, country, folk e R&B valeu-lhes a assinatura "Chicano rock". Nos mais de 20 álbuns que contam ao longo da sua carreira, Los Lobos já colaboraram com artistas como Ry Cooder, Elvis Costello, Paul Simon, Tom Waits e Bobby Womack.

Em 1988, a argentina Valeria Lynch foi considerada pelo jornal norte-americano 'New York Times' como uma das cinco melhores vozes do mundo. Nos anos 80, foi a sua interpretação de Evita Perón na ópera-rock Evita, no México, chamou a atenção de muitos a cair sobre si. Hoje, é uma das mais conceituadas artistas e cantoras da Argentina.

Ney Matogrosso é o excêntrico brasileiro que parece já dispensar apresentações no nosso país, tantas têm sido as visitas que nos faz. Reconhecido pela revista 'Rolling Stone' como um dos três maiores artistas brasileiros de sempre, Matogrosso conta já com cerca de 50 álbuns numa carreira de 40 anos.

A categoria de reconhecimento de carreira conta ainda com o "Trustees Award", um prémio cujo voto é dado pelo Latin Recording Academy's Board of Trustees a personalidades cujo notável contributo ao mundo da música foi outro que não o da performance. Um dos vencedores deste ano foi André Midani, o produtor e autor conhecido pelas suas qualidades visionárias, ajudou a lançar e desenvolver carreiras como as de Gilberto Gil, Chico Buarque, Elis Regina, Caetano Veloso ou Jorge Ben Jor. O segundo galardoado foi Juan Vicente Torrealba, o venezuelano, autor de cerca de 300 composições, importante impulsionador da música tradicional venezuela, llanera.

A cerimónia de entrega dos prémios terá lugar a 19 de novembro no Hollywood Theatre no MGM Grand Hotel and Casino, Los Angeles, EUA, durante a semana de celebração da 15.ª edição dos Annual Latin Grammy Awards.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG