Música grátis invade Évora entre 4 e 7 de maio

Pela primeira vez a Expo Ibero-Americana de Música chega a Portugal, com a cidade de Évora como anfitriã entre os dias 4 e 7 de maio.

Após o sucesso das últimas duas edições, a Expo Ibero-Americana de Música (EXIB) estará de volta para mais uma edição, desta vez em Portugal. Ao terceiro ano do evento, a EXIB inicia a sua "digressão" e muda-se de Bilbau para Évora, a tempo de celebrar o 30.º aniversário da classificação da cidade como Património da Humanidade, pela UNESCO.

Promovido pela espanhola EXIB Música, em co-produção com a empresa portuguesa Follow Art - Promoção Artístico-Cultural e com o apoio institucional da Câmara de Évora e da Entidade Regional de Turismo do Alentejo, este evento pretende, segundo Adriana Pedret, diretora da EXIB Música, mostrar "qual o valor que a identidade cultural tem hoje em dia, num mundo tão globalizado". Para isso contará com concertos, debates, documentários e encontros de profissionais da indústria musical.

Destinado, em parte, a profissionais credenciados, esta edição do EXIB conta já (a um mês do seu inicio) com 600 inscrições, entre produtores, diretores de salas de concertos, promotores de festivais ou editoras discográficas; a edição do ano passado contou com 850 inscrições, o que demonstra o interesse em torno da música ibero-americana.

Mas nem só de profissionais vive o EXIB; de acesso gratuito, o público poderá contar, para além das outras atividades, com 18 showcases de música ao vivo, que acontecerão entre as 18.00 e as 23.00, no Templo Romano e na Praça do Giraldo, com artistas de Portugal, Espanha, Venezuela, Brasil, Equador, México e Chile, entre outros.

Um dos representantes de Portugal será o Projeto Alma, composto por Teresa Macedo, Júlio Vilela, Zeca Neves, Vítor Apolo e Diogo Carvalho. Em declarações ao DN, a vocalista do grupo, Teresa Macedo, revelou estar "muito contente e com imensa vontade de participar neste evento incrível", não só pela oportunidade dos Alma poderem mostrar a sua música, como também por poderem "lidar com outras pessoas", ao mesmo tempo que elogiou a diversidade latente neste festival.

O programa do evento arranca no dia 4 de maio, com a gala de inauguração no Teatro Garcia Resende e prolonga-se até ao dia 7.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG