Morreu Sir Peter Maxwell Davies, um dos grandes compositores ingleses

O compositor e maestro inglês, de 81 anos, faleceu hoje, vítima de leucemia

Sir Peter Maxwell Davies faleceu hoje, dia 14 de março, vítima de leucemia, em sua casa nas ilhas Orkney, ao largo da Escócia.

Considerado um dos "grandes compositores vivos", Davies nasceu em 1934 em Salford, Inglaterra e desde cedo soube que o seu destino seria a música, ao ingressar na Royal Manchester College of Music, onde estudou com outros compositores (na altura em ascensão) como Harrison Birtwistle ou Elgar Howarth.

Conhecido entre os amigos como Max, o maestro mudou-se para as ilhas Orkney, na costa norte da Escócia, em 1971 e foi lá que, em 1977, fundou o festival internacional de música St. Magnus.

Com mais de 300 obras, entre óperas e sinfonias que ao longo dos tempos percorreram variados estilos musicais, foi em 1987 que Peter Davies foi investido cavaleiro e mais tarde, em 2004, distinguido com o título de Mestre da Música da Rainha. Já no ano de 2014, o maestro foi agraciado pela Ordem dos Companheiros de Honra pelos serviços prestados à música.

Em outubro do ano passado, Sir Peter anunciou que o cancro do qual sofria desde 2013 (quando lhe tinham sido dadas apenas seis semanas de vida) tinha voltado. "Estou a combatê-lo de novo. Vou aproveitar o meu tempo o melhor possível e escrever tanto quanto possível" disse, em declarações ao jornal The Telegraph.

Deixa no seu legado obras como Eight Songs for a Mad King, de 1969 ou An Orkney Wedding, with Sunrise, de 1986. O seu mais recente trabalho, uma ópera para crianças, estreará em junho sob a batuta do maestro Sir Simon Rattle.

Mais Notícias