Monserrat Caballé atua em Barcelona

A soprano Montserrat Caballé, 78 anos, celebra hoje com um concerto no Gran Teatre del Liceu, em Barcelona, o cinquentenário da sua estreia oficial neste palco catalão.

A efeméride é comemorada também com uma exposição neste teatro lírico e com a edição de um triplo CD que, segundo nota no site do Gran Liceu, revela "uma qualidade irregular, mas tem um valor documental excecional como testemunho da impressionante carreira de Montserrat Caballé".

No concerto de hoje, com Cabellé estarão em palco o tenor José Carreras, os barítonos Carlos Álvarez e Joan Pons, e a sua filha, a soprano Montserrat Martí, acompanhados pelo Coro e Orquestra do Teatro, sob a direção de José Collado.

A soprano, natural de Barcelona, estreou-se oficialmente no palco da cidade condal na ópera "Arabella", de Richard Strauss, a 7 de janeiro de 1962.

Anteriormente tinha pisado este mesmo palco no dia 13 de abril de 1953, pouco depois de terminar os estudos no conservatório local.Antes da estreia oficial no Gran Liceu, a mais internacional soprano espanhola tinha já atuado em vários teatros da Europa, nomeadamente no Scala de Milão, na Ópera Garnier em Paris e no Convent Garden, em Londres.

A cantora lírica foi distinguida em 1966 com a Medalha del Liceu. Dois anos depois foi considerada, em Nova Iorque, a melhor cantora lírica do mundo.

Em 1991 recebeu o Prémio Príncipe das Astúrias das Artes, em ex-aequo com Victoria de Los Ángeles, Pilar Lorengar, Teresa Berganza, Alfredo Kraus, Plácido Domingo e José Carreras.

Quando em janeiro de 1994 um fogo destruiu o teatro, Monserrat Caballé cantou frente às suas ruínas, tendo doado seis milhões de pesetas para a sua reconstrução.

No teatro está também uma exposição, "Montserrat Caballé, 50 años en el Liceu", que através de fotografias, programas de palco, painéis explicativos e trajos de cena, conta a história da soprano e da sua forte ligação ao Gran Teatre.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG