Maioria dos sócios votou pela à extinção do organismo

A maioria dos 55 sócios votou a favor da extinção da União de Editores Portugueses (UEP) numa assembleia geral extraordinária realizada segunda-feira, disse hoje à agência Lusa fonte da UEP.

A assembleia geral extraordinária registou apenas uma abstenção, acrescentou a mesma fonte.

A Lusa tentou insistentemente ouvir o presidente da UEP, Carlos da Veiga Ferreira, o que não foi possível até ao momento.

A fonte da UEP sublinhou que a extinção da UEP deverá ficar concluída no final deste ano, uma vez que há questões fiscais e financeiras a resolver, após o que os sócios do organismo serão integrados na APEL (Associação Portuguesa de Editores e Livreiros), terminando com a divisão no sector editorial que se prolongava há uma dezena de anos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG