Fundação propõe um brinde para homenagear o escritor

Um brinde com um copo de vinho, umas páginas da sua obra ou um debate sobre as suas ideias são algumas das formas propostas hoje pela Fundação José Saramago para homenagear o escritor uma vez por mês.

Domingo, quando se cumpre um mês sobre a morte do único prémio Nobel da Literatura de língua portuguesa, deverá ser a primeira data para recordar o autor de 'Memorial do Convento'.

A ideia partiu de um grupo de espanhóis e propõe ainda que o resultado da homenagem seja registado em fotografia, filme, desenho, música ou texto e posteriormente divulgado através da rede social Facebook ou na página da fundação, disse à Lusa um responsável da instituição.

O desafio, adoptado pela Fundação que o está a divulgar, estende-se aos dias 18 de cada um dos próximos nove meses, coincidindo com a data do falecimento do escritor, acrescentou Sérgio Letria.

A homenagem é apresentada na página como um 'Encontro 'Saramaguiano' (...) aberto a todas as pessoas amantes da sua obra, uma referência à evocação que José Saramago fez a Pessoa em 'O Ano da Morte de Ricardo Reis''.

O resultado 'será o reflexo de 9 meses de despedida de alguém a quem nunca diremos adeus, algo que prove que Saramago nos convoca e reúne', lê-se no texto de apresentação da iniciativa divulgado na Internet.

O escritor faleceu a 18 de Junho, aos 87 anos, na ilha espanhola de Lanzarote onde residia e foi cremado dois dias depois em Lisboa. As suas cinzas serão depositadas no jardim frente às futuras instalações da Fundação, no Campo das Cebolas, em Lisboa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG