Jameson Urban Routes para surpreender no Musicbox

"Excelente" produção nacional e muito mais. E atenção: o primeiro dia (quinta) é gratuito

Tem vindo a ser uma prática habitual do Jameson Urban Routes e agora que se aproximam a passos largos dos dez anos, mais ainda na nona edição, o festival urbano do Musicbox, em Lisboa, volta a repetir o feito e amanhã, quinta-feira, para abrir as hostes, o programa começa com um dia inteiramente dedicado à produção musical portuguesa e de entrada livre.

Pedro Azevedo, programador do Musicbox, não hesita em classificar a atual produção nacional de "excelente". "Não faz parte da nossa filosofia contratar uma banda para tapar buracos ou só porque é fixe abrir para uma estrangeira. Somos exigentes na qualidade seja em que área for e, por isso, acredito piamente que tanto as bandas nacionais como as internacionais estão aqui taco-a-taco", refere o programador, que ainda atenta: "Repara, no cartaz todos os artistas estão com mesmo tamanho de letra".

Daí que esta nona edição do Jameson Urban Routes seja a que tem mais artistas portugueses representados, mesmo que essa tendência que agora se revela na programação tenha surgido de uma forma muito intuitiva ao longo dos meses que foi preparando o festival. "Aconteceu naturalmente e está relacionado com o atual momento da produção nacional. Estão aqui algumas bandas portuguesas representadas mas muitas - com muita pena - ficaram de fora", diz ainda Pedro Azevedo.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outras Notícias GMG