"Garota do Ipanema" cresceu 1200% depois da abertura dos Jogos

Interpretada ao piano por Daniel Jobim, neto do autor da canção, Tom Jobim, a canção, lançada em 1963, volta a ser um sucesso

No dia a seguir à abertura dos Jogos Olímpicos, a música Garota do Ipanema foi ouvida cerca de 40 mil vezes na plataforma Spotify, um aumento de 1200% em relação aos dias anteriores.

Na cerimónia de abertura dos Jogos, a música foi interpretada ao piano por Daniel Jobim, neto de Tom Jobim, autor da canção.

A Garota do Ipanema é um sucesso antigo, foi lançada em 1963 e ganhou o Grammy para Gravação do Ano em 1965. Desde aí, o público quis saber afinal quem era a tal garota.

A canção foi inspirada numa carioca, Helô Pinheiro, atualmente com 71 anos, que costumava passear junto à praia e ao bar frequentado por Tom Jobim e Vinicius de Moraes, em 1962.

Helô Pinheiro foi uma das escolhidas para transportar a tocha olímpica na última fase do percurso da chama olímpica até à cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio 2016.

Em 1964, a música foi internacionalizada em inglês, pela voz de Astrud Gilberto, sob o título The Girl from Ipanema, originando uma série de versões, uma delas por Frank Sinatra.

Considerada hino da bossa nova, a canção inicialmente foi chamada de Menina que passa.

A modelo Gisele Bündchen tem mais de 20 anos de carreira. Em 2000 foi considerada, pela revista Rolling Stones, a modelo mais bonita do mundo. E em 2013, a revista Forbes incluíu-a na lista das 100 mulheres mais poderosas do mundo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG