Eduardo Palaio recebe Prémio Camilo Castelo Branco

O escritor Eduardo Palaio recebe, no dia 22, às 10:30, na Casa de Camilo, em S. Miguel de Seide, em Famalicão, o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, no valor de 7.500 euros.

Eduardo Palaio venceu por unanimidade a 21.ª edição do prémio com a obra "Caixa Baixa", conforme foi anunciado em junho último.

"Caixa Baixa" reúne cinco contos históricos de Eduardo Palaio e já tinha valido ao autor o Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca, em 2010.

O júri do Grande Prémio do Conto foi constituído por Domingos Lobo, Francisco Duarte Mangas, Serafina Martins e Fernando Miguel Bernardes.

Instituído pela Associação Portuguesa de Escritores (APE), com o patrocínio do Município de Vila Nova de Famalicão, este prémio distingue anualmente uma obra em língua portuguesa, de um autor nacional ou de um país da lusofonia.

Eduardo Palaio iniciou a sua atividade artística pelo desenho de humor, publicando trabalhos em Mundo Ri, sob direção José Vilhena, e em 1966 expôs, pela primeira vez, trabalhos de desenho e pintura.

Nos anos 1970 e 1980, publicou regularmente "cartoons" num semanário e, entre 1982 e 2000, apresentou nove exposições individuais de pintura e participou em várias coletivas. É autor de nove murais no concelho do Seixal.

Antes de "Caixa Baixa", publicou as obras "5 Séculos de Tipografia", "Peregrinação de Artur Vilar", "Botas, buques e bicicletas, Comer fora, Faz sentido", "Pinta-o às Bolinhas Azuis" e "Uma História para os Meninos".

Desde a sua instituição, o Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco distinguiu escritores como Mário de Carvalho, Teresa Veiga por duas vezes, Maria Isabel Barreno, Maria Velho da Costa, Maria Judite de Carvalho, Miguel Miranda, Luísa Costa Gomes, José Jorge Letria e José Eduardo Agualusa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG