Filme "Águas mil", de Ivo Ferreira, integra festivais no Chile e Alemanha

 A longa-metragem "Águas mil", de Ivo Ferreira, integra a competição internacional do quinto Festival Internacional de Cinema de Santiago do Chile, que começou na terça-feira no Chile, informou a produtora Filmes do Tejo.

O filme de Ivo Ferreira, que se estreará nos cinemas portugueses entre Setembro e Outubro, será exibido no festival chileno na sexta-feira e no sábado, integrando a secção de competição internacional ao lado de mais oito produções internacionais.

Este festival termina no dia 24.

De acordo com a produtora, "Águas Mil" será ainda exibido na secção competitiva do 17º Festival de Cinema de Hamburgo, que arranca a 24 de Setembro na Alemanha.

"Águas mil" é a segunda longa-metragem de Ivo Ferreira e foi exibido em estreia nacional a 25 de Abril no Festival IndieLisboa.

Produzido pela Filmes do Tejo, "Águas Mil" tem Gonçalo Waddington no papel principal. O elenco envolve ainda Lídia Franco, Cândido Ferreira (pai de Ivo Ferreira), Joana Seixas, Hugo Tourita, Adelaide João e Juan Jesus Valverde.

Ivo Ferreira conta a história de Pedro, que revolve o passado à procura do pai, desaparecido quando ele era criança.

Ao volante de uma velha caravana, Pedro faz o mesmo percurso que o pai fez até Espanha, encontrando dois camaradas de Eduardo dos tempos em que faziam parte de uma organização armada, nos anos seguintes ao 25 de Abril.

Em entrevista recente à Lusa, Ivo Ferreira referiu que à medida que acompanha a história de Pedro, o filme procura desvendar alguns "silêncios e segredos" do período pós-revolução em Portugal.

"Essa fatia da história foi eclipsada. A Revolução dos Cravos foi uma grande festa que deu uma grande ressaca, e eu queria saber o que se construiu depois disso", explicou o realizador.

O filme é um olhar, com "alguma mágoa, mas também com grande ternura", para a geração que fez a revolução de Abril.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG