Descoberto material de um filme mudo de Alfred Hitchcock

Gravações em película feitas pelo realizador britânico Alfred Hitchcock para um dos primeiros filmes, "The White Shadow" (1923), foram encontradas nos arquivos de cinema da Nova Zelândia, que tornaram pública a descoberta.

As três bobinas de filme foram descobertas entre um conjunto não identificado de películas em nitrato que tinha sido depositado no Arquivo Cinematográfico da Nova Zelândia em 1989. As bobinas descobertas pertenciam ao coleccionador e projeccionista Jack Murtagh e foram depositadas naquele arquivo neozelandês por terem película altamente inflamável.

Sabe-se que existiam no total seis bobines daquele filme de Hitchcock, mas além das que foram agora encontradas, desconhece-se o paradeiro das restantes três.

Alfred Hitchcock tinha 24 anos quando fez o filme mudo "The White Shadow", que escreveu, produziu e editou. O filme é protagonizado pela actriz Betty Compson, no papel de duas irmãs gémeas, de personalidades muito diferentes.

A descoberta já foi classificada por David Sterritt, da Sociedade Nacional de Críticos de Cinema, como uma das "mais significativas", e as três bobinas encontradas "oferecem uma oportunidade incalculável para estudar as ideias visuais e narrativas" de Alfred Hitchcock quando ainda estavam a tomar forma, no começo da carreira. As bobinas vão ficar em Wellington, onde serão feitas cópias a preto e branco e também a cores.

Mais Notícias