15 anos para fazer filme a partir de um "best-seller"

O livro "Sei Lá, de Margarida Rebelo Pinto, foi lançado em 1999 e logo depois houve acordo para adaptar a história ao cinema. Mas só agora é que o filme é lançado, depois de várias versões.

Passaram 15 anos desde que o livro Sei Lá chegou às livrarias, para se tornar um campeão de popularidade, com quase 300 mil cópias vendidas, mas só agora a história escrita por Margarida Rebelo Pinto chega ao cinema. "Todos os filmes demoram muito tempo a fazer, muitos anos... O Sei Lá demorou um bocadinho mais do que tinha previsto, mas foi preciso encontrar as condições que achava ideais e essenciais para fazer o filme", explica ao DN o produtor Tino Navarro, que adquiriu os direitos para fazer a adaptação cinematográfica em 2000.

A principal dificuldade que foi preciso ultrapassar teve a ver com o argumento, uma vez que já desde 2008/2009 havia financiamento, através de uma participação financeira da distribuidora Zon Audiovisuais, que dotou o filme de um orçamento de cerca de 1,2 milhões de euros.

Leia todos os pormenores no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG