Casa da Música recorda os autores "apagados" pelo Terceiro Reich

"Música & Revolução" recupera música proibida pelo nazismo, incluindo a da tradição cigana. São cinco concertos, de hoje até dia 30.

Sendo a Alemanha o país-tema da respetiva programação em 2015, a Casa da Música decidiu revisitar no ciclo Música & Revolução, que esta noite (21.00) começa, as músicas "transgressoras" do período nazi, isto é, todas as formas de expressão musical que não correspondiam aos conceitos de pureza racial e consciência de nação propalados pela ideologia oficial.

Que podem ser subagrupadas do seguinte modo: uso de linguagens modernistas/dissonantes, influências marxistas, cultura negra, autores judaicos.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outras Notícias GMG