Santa Sé terá pela primeira vez um pavilhão em Veneza

A Santa Sé terá pela primeira vez um pavilhão na Bienal de Veneza, dedicado ao tema da Criação, anunciou hoje o cardeal Gianfranco Ravasi, "ministro da Cultura" do Papa Francisco e um dos ideólogos desta iniciativa sem precedentes.

Ravasi, diz hoje a AFP, trabalha desde 2009 neste projeto. A partir de 1 de julho, a Santa Sé exporá, em 500 m2, no Arsenal de Veneza, um conjunto de obras com um valor provisório de 750 mil euros, com patrocinadores, confirmou, por seu lado, o cardeal Antonio Paolucci, diretor dos Museus do Vaticano, igualmente um dos ideólogos desta iniciativa da Igreja Católica.

"Não se trata de arte com um significado litúrgico", sublinhou o cardeal italiano, segundo o qual se trata de fazer uma reflexão sobre "a ligação entre as mensagens religiosas e a arte".O cardeal Ravasi fez questão de lembrar que esta iniciativa teve o interesse e o apoio do papa emérito Bento XVI e faz parte de uma ambição mais vasta para fazer dialogar a fé e o mundo moderno sobre as grandes interrogações do Homem.A primeira vez que o Vaticano participou numa exposição internacional remonta a 1851, na exposição universal de Londres, recorda a AFP.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG