Na casa de Julião Sarmento

A instalação Fado, com a colaboração de Carminho, é uma das peças feitas especificamente por Julião Sarmento para a exposição "Noites Brancas", que se apresenta como "a mais completa retrospetiva" do artista e que se inaugura hoje, na Fundação de Serralves, no Porto.

Atarefado a terminar a montagem e a ensaiar as performances que vão ser apresentadas na inauguração, Julião Sarmento é, como sempre, esquivo a falar do seu trabalho. Quem vê que interprete e que tire conclusões, a ele não lhe cabe explicar o que ali está. Sarmento, 64 anos, foi "o primeiro artista português que conseguiu internacionalizar a sua obra continuando a viver em Portugal" e esse é momento é evocado desde logo pelo título da exposição: "Noites Brancas" é o nome da série de trabalhos que apresentou na Documenta em 1982. Para ver até 3 de março.

Leia mais pormenores no e-paper do DN.

Mais Notícias