Arquiteto Souto de Moura distinguido com Prémio Wolf

O arquiteto Eduardo Souto de Moura foi anunciado hoje em Telavive como um dos galardoados com o Prémio Wolf, atribuído pela fundação homónima israelita, noticia a AP.

A atribuição deste prémio foi justificada com os contributos do arquiteto português para o ofício e as ideias da arquitetura.

Os vencedores deste prémio são considerados fortes candidatos aos prémios Nobel, uma vez que um em cada três dos distinguidos ao longo de 34 anos nas áreas de química, física e medicina vieram a ser galardoados com aqueles prémios.

Foram ainda premiados mais sete cientistas dos EUA, Alemanha e Áustria, que vão dividir cem mil dólares em cada uma das categorias em que a distinção é atribuída.

Desde 1978 que têm sido atribuídos cinco ou seis prémios anualmente no campo das ciências, designadamente agricultura, química, matemática, medicina e física.

Nas artes, há uma rotação anual entre as disciplinas de arquitetura, música, pintura e escultura.

Este prémio já tinha sido atribuído a outro português, o também arquiteto Álvaro Siza Vieira, em 2001.

O Presidente israelita, Shimon Peres, vai entregar os prémios em maio.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG