Alves Costa: Pritzker 2011 para Souto de Moura é "honra para portugueses e para Escola do Porto"

O arquitecto Alexandre Alves Costa defendeu hoje que a entrega do maior galardão mundial de arquitectura a Eduardo Souto de Moura "é muito merecido", constituindo "uma honra para os portugueses, para Portugal e para a Escola do Porto".

"É um arquitecto excepcional e merece muitíssimo o prémio. É uma honra para todos nós, para os portugueses, para Portugal e para a Escola do Porto", afirmou hoje à Lusa o professor catedrático da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP). Em declarações à Lusa, Alves Costa realçou que a atribuição do prémio Pritzker 2011, o maior galardão mundial na área da arquitectura, ao arquitecto português é "totalmente merecido", realçando que "o Eduardo Souto de Moura tem uma obra notável e é extremamente importante no panorama da arquitectura portuguesa com um reconhecimento internacional incrível". O arquitecto portuense realçou que "é o segundo prémio Pritzker em Portugal" - o arquitecto Álvaro Siza Vieira venceu a edição de 1992 -, sublinhando que Souto de Moura "tem uma obra grande, completa e muitíssimo interessante".

O atelier de Eduardo Souto de Moura confirmou à Lusa a atribuição do prémio Pritzker 2011, o maior galardão mundial na área da arquitectura, ao arquitecto português. Eduardo Souto Moura ganhou o Prémio Pritzker de Arquitectura 2011 pelo seu "rigor e precisão", anunciou hoje a Fundação Hyatt, promotora do galardão. Este prémio anual, criado em 1979, tem como objectivo distinguir um arquitecto vivo e é considerado o Nobel da arquitectura. Este é o segundo português a vencer este prémio. No ano passado a Fundação Hyatt distinguiu a dupla de japoneses Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa.

Eduardo Souto Moura, de 58 anos, nasceu no Porto e iniciou a sua carreira colaborando com o arquitecto Álvaro Siza Vieira, entre 1974 e 1979. Em 1980, o arquitecto termina a licenciatura, pela Escola Superior de Belas Artes do Porto, inicia a sua actividade como profissional liberal e recebe o seu primeiro prémio, da Fundação António de Almeida. O mercado municipal de Braga, a ponte Dell'Accademia, em Veneza, Itália, a reconversão do Convento de santa Maria do Bouro numa pousada, em Amares, e o Estádio Municipal de Braga são alguns dos seus principais projectos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG