Aqui nasceu o mundo de Tolkien

A primeira (e inacabada) obra em prosa do autor de Senhor dos Anéis finalmente publicada

A sombria e trágica História de Kullervo (Story of Kullervo no original), é a primeira obra em prosa do jovem J.R.R. Tolkien, que viria a criar um mundo de elfos e hobbits, lugar da épica trilogia de O Senhor dos Anéis. "Desafortunado Kullervo", chama o autor ao herói desta história inacabada que, durante quase cem anos, esteve "escondida" na biblioteca de Bodleian, em Oxford, e, esta quinta-feira, mais de quarenta anos após a sua morte, foi publicada pela britânica Harper Collins.

Kullervo é um rapaz órfão - tal como o próprio Tolkien, que perdeu o pai em pequeno e a mãe aos 12 anos - preso nas mãos do maléfico mágico Untamo, feito escravo, autor - sem o querer - de incesto nas florestas escuras finlandesas de Karelia, e que acaba por se suicidar. Tolkien conheceu esta história no seu último ano de liceu, em Birmingham. O mito de Kullervo é uma das 50 canções que compõem o épico finlandês Kalevala, de Elias Lönnrot, século XIX. Na edição desta primeira prosa de Tolkien podem ser lidas as anotações e ensaios do autor em torno dessa obra maior cujas lendas se perpetuaram no imaginário da literatura.

Um ano depois de a conhecer, em 1914, Tolkien chegava à universidade de Oxford e começava a escrever a sua versão do mito. Tarefa a que chamou "o começo da minha tentativa de escrever lendas minhas". Descrevia longamente as paisagens finlandesas que nunca terá conhecido.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outras Notícias GMG