Almodóvar muda nome de filme. Por causa de Scorsese

O próximo filme do norte-americano obriga o espanhol a mudar o título. "Silêncio" será "Julieta".

"Scorsese e eu terminámos as respetivas rodagens e já sabemos que estaremos ao mesmo tempo nos ecrãs no próximo ano, na mesma época", explicou o realizador espanhol, através da produtora, El Deseo, justificando a alteração do nome do seu próximo filme. Em vez de "Silêncio" chamar-se-á "Julieta".

Pedro Almodóvar adianta que já sabia que ambos estavam a rodar filmes com o mesmo desde que começou a pré-produção desta obra protagonizada por Emma Suárez e Adriana Ugarte. "Nessa altura não lhe dei importância porque pensava impor em todos os mercados o título em espanhol, que soa muito diferente de "Silence", contextualiza. Também será reeditado na mesma altura o livro "Silêncio", Shûsaku Endô, que dá origem ao filme do norte-americano (uma história sobre missionários jesuítas no Japão feudal do século XVII). "Considero demasiados silêncios na mesma altura e prefiro evitar enganos futuros", afirma.

O filme está em pós-produção e, acrescenta Almodóvar, a banda sonora está a ser composta por Alberto Iglesias, o compositor com quem tem trabalhado em anteriores trabalhos.

"Julieta" tem estreia prevista em Espanha em Março de 2016. A protagonista está à beira da loucura, uma vida muito diferente da que tinha 30 anos antes. Na mesma época deverá estrear "Silêncio de Scorsese, com Liam Neeson no papel de Cristovão Ferreira.

Na mesma nota, Almodóvar reconhece que esta informação "carece totalmente de importância nos dias tão negros como os que vivemos", lembrando os atentados na capital de França, na sexta-feira, dia 13. "O terrorismo mais brutal explodiu em pleno coração de Paris. Paris somos todos, o seu coração e as suas lágrimas são os nossos". Termina dizendo que os trabalhadores da El Deseo estão de luto, "solidários com as famílias das vítimas e os milhões que amam Paris".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG