A lenda viva Pat Metheny em Amarante

O guitarrista subirá ao palco com o contrabaixista Ron Carter, nesta que será a primeira edição do Mimo em Portugal e fora do Brasil. O festival começa esta sexta-feira, 15 de julho, prolonga-se até domingo e é gratuito.

É a primeira edição do Mimo fora do Brasil. Inteiramente gratuito, tal como acontece há 13 anos do outro lado do Atlântico, de sexta-feira até domingo o festival leva a Amarante nomes como o guitarrista Pat Metheny e o contrabaixista Ron Carter, juntos em concerto, ou os brasileiros Egberto Gismonti e Tom Zé.

Lu Araújo, criadora e diretora do festival que nasceu na cidade brasileira de Olinda, conta que para a primeira internacionalização do festival pensou em vários lugares de Portugal, entre eles Lisboa e Porto. Todavia, quando um amigo lhe mostrou Amarante, achou que era essa cidade pequena o sítio para o Mimo. "Nesses lugares o tempo passa um pouco mais devagar, e acho que a gente precisa disso", diz ao DN.

Uma das cidades onde o Mimo acontece no Brasil, por exemplo, é Tiradentes, que tem sete mil habitantes, embora o festival já tenha também recebido meio milhão de pessoas no Rio de Janeiro. Quanto aos portugueses, diz que "são craques em festivais. É um privilégio viver num país como esse que você nem sabe para onde vai."

Até ao Mimo fazer dez anos, Lu, que nasceu em São Paulo e cedo se mudou para o Rio de Janeiro e cujo pai tinha uma loja de discos, nunca tinha visitado nenhum festival fora do Brasil. "Fazia tudo isso sonhando, imaginando os festivais da Europa. É como se eu ouvisse rádio e ficasse imaginado a cena..."

Falando acerca do festival, a diretora começa por comentar dois dos cabeças de cartaz, Pat Metheny e Ron Carter. "A gente descobriu que eles estavam em tournée, que iam passar por lugares muito específicos. E eu disse: cara, é isso. O meu maior desafio, mais do que convencê-los a fazer Amarante, foi convencê-los a não fazer Lisboa e Porto. Eu queria que as atrações do Mimo, esse ano, fossem todas exclusivas. Então foram meses de negociação." No domingo, às 21.45, as duas lendas americanas deverão estar em cima do palco no Parque Ribeirinho, onde acontecem os principais concertos.

Mas apresentar Metheny e Carter é dizer ainda muito pouco acerca do festival por onde passarão ainda músicos como Egberto Gismonti (nesta sexta-feira às 20.30) e Tom Zé (às 00.30), o guitarrista português Custódio Castelo, Vieux Farka Touré, do Mali, os pianistas Mário Laginha e Pedro Burmester (no domingo) ou o brasileiro Hamilton de Holanda e o Baile do Almeidinha, que juntará no palco a espanhola Sílvia Pérez Cruz, Miguel Araújo, e o músico e ex-ministro da Cultura de Cabo Verde, Mário Lúcio.

O Mimo atravessará Amarante e acontecerá nas Igrejas de São Gonçalo e São Pedro, no Museu de Amadeo de Souza-Cardoso, no Parque Ribeirinho, no Centro Cultural, na Casa da Portela e na Sala Teixeira Pascoaes.

Além dos concertos, o festival oferece ainda uma "etapa educativa" com workshops de vários músicos do cartaz, uma mostra de cinema e um fórum de ideias em que participarão Tom Zé e Mário Lúcio no fim de semana. Haverá ainda a já tradicional no Brasil "Chuva de Poesia". No domingo, às 17.00, no Largo de São Gonçalo, poemas escritos em centenas de papéis coloridos serão lançados, numa homenagem ao surrealismo português e seus poetas.

Consulte toda a programação aqui.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG