"A Irmandade do Anel" com orquestra ao vivo na Gulbenkian

Maestro Ludwig Wicki, referência na direção das bandas sonoras d"O Senhor dos Anéis, dirige Coro e Orquestra Gulbenkian hoje e amanhã, sempre às 20.00, no Grande Auditório

"Foi a sorte da minha vida!", exclama o suíço Ludwig Wicki, referindo-se à presença de Howard Shore num concerto de celebração da sua música, em Lucerna, em 2007. Foi o início de uma bela amizade e, mais ainda, de uma intensa relação de Wicki com a música de Shore, que incluiu as estreias mundiais dos três filmes do Senhor dos Anéis com música ao vivo - "disse-lhe quase por brincadeira que adoraria dirigir ao vivo com o filme e meses depois, o agente dele contactou-me a perguntar se eu queria mesmo... porque eles queriam - e comigo!" Mostra-nos a sua partitura: "veja: 23 de fevereiro de 2008, a estreia mundial com orquestra ao vivo d'A Irmandade do Anel, em Lucerna . Tive só uma semana para produzir o concerto. Custou uma fortuna, e tudo do meu bolso! Felizmente foi um sucesso, se não..."

Por baixo dessa data, estão dezenas de outras, com os respetivos locais, espalhados por todo o mundo, onde tem dirigido desde então A Irmandade... - "agora, vou acrescentar aqui por baixo Lisboa!"

Segredos de uma partitura

A música de Shore para A Irmandade obteve a "dobradinha": Oscar e Grammy. Wicki explica: "ele conseguiu criar muitos temas marcantes e que se tornaram famosos [e canta alguns deles]...

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outras Notícias GMG