Realidade aumentada procura revolucionar a condução

Encarada como uma das tendências disruptivas da indústria automóvel, a digitalização abre novas possibilidades em termos de aplicações e de segurança de viagem. Entre as soluções que mais rapidamente têm evoluído está a de realidade aumentada, cujo último avanço foi apresentado pela Huawei, que procura fundir de forma mais estreita os mundos real e digital no setor automóvel.

Diretamente inspirados nos sistemas utilizados ao longo de diversas décadas na aviação militar, os sistemas de projeção de informações relacionadas com a condução nos para-brisas (ou em pequenas lâminas transparentes no topo do tablier) tornaram-se comuns nos automóveis, com as suas potencialidades reforçadas pelo acelerado desenvolvimento tecnológico que promovem a mistura entre os campos digital e real sob a noção de realidade aumentada.

É esse o objetivo da Huawei com o seu mais recente projeto, o "Augmented Reality Head-Up Display" (AR-HUD), que será implementada nos automóveis "inteligentes" do futuro, transformando o para-brisas num centro de infoentretenimento para uma nova experiência de condução. O AR-HUD nasce do empenho da empresa no desenvolvimento de soluções na área da ótica associada às tecnologias de informação e comunicação, na qual leva já mais de duas décadas de trabalho e investigação. Dedicando-se em concreto ao setor automóvel, a divisão de "Intelligent Automotive Optics Solution" desenvolveu agora o novo AR-HUD, que de destaca pela combinação entre um pequeno dispositivo de dimensões compactas (10 litros de volume) e uma grande tela em Ultra Alta Definição (UHD) que tem o condão de se adaptar a diferentes contextos: além de fornecer conteúdo de entretenimento, disponibiliza informações da viagem e do veículo e possibilita ainda a navegação assistida por realidade aumentada, indicando as direções a seguir de forma dinâmica por intermédio de uma imagem virtual com uma dimensão aproximada de 180 cm projetada à frente do condutor com a sensação de estar a 7,5 metros de distância. Adicionalmente, incrementando a segurança de viagem, permite também suporte da direção e antecipa sugestões para lidar com situações de condução noturna, nevoeiro ou chuva (detetando com precisão a presença de peões ou veículos).

Se alguns dos sistemas de marcas automóveis, como as do Grupo Volkswagen, já contemplam alguns destes aspetos, o dispositivo agora revelado pela Huawei está dotado ainda de uma outra particularidade, nomeadamente, a competência de entretenimento ao permitir que os passageiros dos bancos dianteiros (quando o veículo está parado) possam ver vídeos em alta definição, realizem vídeochamadas ou joguem videojogos. Durante a condução, informa também sobre pontos de interesse (POI) num cenário real, indicando a existência de estacionamentos, restaurantes, centros comerciais ou postos de abastecimento em tempo real.

A Huawei planeia que esta tecnologia possa vir a ser disponibilizada em automóveis ao longo dos próximos anos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG