Música, Amor, Queijo e Sossego

Nos cocurutos do país, junto a Melgaço, um efetivo de quase meio milhar de cabras vive em ambiente pacífico digno das fábulas mais românticas alguma vez escritas. Verónica Solheiro e seu marido criaram a Prados de Melgaço com o objetivo de produzir o melhor queijo de cabra e desde o início insistem que a felicidade dos bichos é o mais importante. De cabras assim felizes só podia esperar-se o melhor queijo.

Tudo se passa como num spa de luxo. Música calma, massagens e muita paz. As senhoras cabras da Prados de Melgaço são seguramente as mais vaidosas do planeta, não só pelos mimos de princesa a que diariamente são sujeitas mas também pelos prémios alcançados. Verónica Solheiro e o marido Marco Sousa são ambos de Melgaço, ela licenciada em bioquímica pela Universidade da Beira Interior, ele profissional de polícia. As vidas profissionais de ambos desenrolaram-se por Lisboa e Porto, mas ambos sonharam sempre com o regresso à terra natal e de certa forma sempre procuraram a realização numa qualquer área que lhes permitisse concretizar o sonho.

A iluminação surgiu numa edição feliz da Festa do Alvarinho em Melgaço, quando ambos perceberam que havia espaço para um queijo feito com vinho Alvarinho e leite de cabra, reconhecidamente saudável e amigo da maioria das pessoas. O leite de cabra não tem a intensidade de sabor nem a gordura do leite de ovelha ou até mesmo de vaca, mas em compensação proporciona digestões tranquilas e coloca menos questões quanto a intolerâncias e alergias. Além disso, é o animal de criação tradicional na região de Melgaço, fazia todo o sentido investir na que é a única queijaria de toda a região.

É o animal de criação tradicional na região de Melgaço, fazia todo o sentido investir na que é a única queijaria de toda a região. Há duas ordenhas por dia e todos os dias as cabrinhas são massajadas com uma escova especial.

Há duas ordenhas por dia e todos os dias as cabrinhas são massajadas com uma escova especial. Quanto menos stress houver no quotidiano dos animais melhor é a qualidade do leite que se pode esperar. Marco já teve criação de cavalos e a música era imprescindível para a tranquilidade dos animais, Verónica juntou as escovas de massagem aos cuidados diários de beleza e paz fazendo da Prados de Melgaço um paraíso caprino. E nós é que lucramos com isso.

Há para todos os gostos

Conheci a Verónica Solheiro num evento em Lisboa dedicado aos vinhos Alvarinho de Monção e Melgaço, o stand da Prados de Melgaço intrigou-me bastante e depois da primeira prova fiquei cliente para sempre. Tecnicamente irrepreensível, muito sabor e sobretudo a elevação do queijo de cabra ao patamar de requinte gastronómico, argumentos não faltavam. A gama foi crescendo e as melhores lojas não o dispensaram mais.

A escolha é difícil e necessariamente subjetiva, mas não me custa atribuir o topo da excelência ao queijo amanteigado 450g (14 euros), muito equilibrado no sal e no cardo, pasta de consistência maravilhosa. A alvura característica do queijo de cabra, a oferecer-se suave intenso e copioso como os melhores do mundo, com a vantagem da digestibilidade acrescida e uma maturação no frio que o afina ainda mais. É uma grande e inesquecível surpresa.

É completamente diferente de tudo o que conhecia o queijo pimentão & Alvarinho 300g (10 euros), reconhece-se facilmente pela coloração avermelhada da cura em que medrou e pelo comportamento em boca, quase parecendo Alvarinho em estado sólido. A textura é rija, os bordos angulosos e pede pão ou tostas para se apreciar devidamente. Confesso que é o meu favorito, não só da Prados de Melgaço mas também de todos os queijos nacionais de cabra que conheço. É confortável saber que as cabras mais felizes do planeta se preocupam connosco a ponto de nos mimar assim.

Impressionou-me muito uma das inovações recentes, que é o queijo creme fresco com presunto 120g (4 euros). Vem em embalagem que permite utilização prolongada sem perda das características e é francamente delicioso. Consome-se com sofreguidão em qualquer momento do dia e o melhor é comprar dois ou três, acaba-se num instante.

O camembert com Alvarinho (5 euros) cumpre o desígnio do queijo inoculado que nasceu em França, mas aqui declinado em sabor e graça, com o batismo redentor do grande vinho Alvarinho.

Onde encontrar

Prados de Melgaço
Quinta do Moinho
Lugar de Malhagrilos - Prado
4960-320 Melgaço
Tel. 251 414 093
Disponível em Supercor e El Corte Inglés e em lojas especializadas.
Consultar site pradosdemelgaco.pt

dnot@dn.pt

Mais Notícias

Outras Notícias GMG