Gelados Fragoleto: Amor, saúde e sabor

gastronomia

Gelados Fragoleto: Amor, saúde e sabor

Conquistaram lugar cimeiro na cena lisboeta e agora estão em Alvalade, o bairro que mais gelatarias concentra na capital. Os alfacinhas continuam a vir aqui em romaria pelos seus sabores favoritos e agora nesta pequena loja encontram os melhores. Bem vindos ao mundo Fragoleto.

Invenção chinesa, encantou Alexandre Magno e fascinou Marco Polo a faculdade de produzir sabor cristalizado a frio por emulsão. O sherbeth - donde provém sorvete - dos árabes é que marca contudo o início da imparável epopeia do gelado na Europa.

Aceitamos a paternidade repartida sem grandes refutações, o desafio atual é muito mais oferecer saúde num gelado do que definir com foco firme quem o terá inventado. É de qualquer forma notável o quanto as pessoas gostam de um bom gelado e o quanto pode ser um alimento de grande requinte.

Os italianos de Milão e Lago de Como almoçam gelado, sem problema e com muito prazer, está enraizado nos seus hábitos alimentares. A matriz italiana é de resto dominante no tocante à maravilha que se produz a partir de cristais de gelo, apesar de por cá também termos os nossos totens quanto a texturas, sabores e tradição.

Chamamos gelado ao que é produzido com leite ou natas, e reservamos a designação de sorvete ao que resulta diretamente da transformação de frutos por ação do frio. Já se vê que quanto mais cítrico mais eficaz para fazer face aos rigores da canícula, e quanto mais proteico melhor é enquanto alimento propriamente dito.

Antigamente era impensável chegar ao gelado sem açúcar, já que tal como acontece com os pudins, contribuía para a estabilidade estrutural e riqueza de sabor. O discernimento e o conhecimento têm vindo a substituir esses mitos pela procura da pureza e originalidade, com resultados excelentes.

No longo e rico percurso da iguaria entre nós, ficam algumas das mais belas páginas gastronómicas, como a sandes de gelado, os copinhos de plástico onde misturávamos sabores a gosto, as cassatas com que terminava muitas vezes uma refeição, as máquinas de onde saíam gelados cremosos por ação de dispensadores diretos para cones de bolacha, e tantas outras declinações.

Em Lisboa, a zona da Avenida da Igreja, em Alvalade é o passeio mais antigo e tradicional para os fãs de gelados, onde ainda hoje a densidade de gelatarias permanece elevada.

Manuela Carabina começou cedo as suas pesquisas, viajou, provou, trocou impressões com muitos especialistas até perceber como seriam os seus gelados. Após uma carreira bem sucedida como comunicadora empresarial, o passo seguinte foi por isso também o passo natural.

O seu marido João Ramos, jornalista de peso no universo das tecnologias e nova economia, está assumidamente também de corpo e alma na Fragoleto, que quer dizer morangal, e fragola morango. E de facto é na origem que está todo o segredo de um bom gelado.

Apostada na diferenciação pela qualidade, a Fragoleto disponibiliza desde 2016 certificação biológica nos seus produtos e embalagens. Os prémios alcançados pelos seus gelados têm vindo a dar notoriedade à casa, pelo que a transição da Baixa para Alvalade quase não se fez sentir, a comunidade amante de gelados vai até onde for preciso atrás das fugazes delícias geladas. Além disso, a pandemia esvaziou a baixa de turistas, que era o grosso da coluna da Fragoleto na Rua da Prata. Assim a festa prossegue.

Visitei a nova loja e dei com a novidade mais recente dos gelados de pau de fruta biológica e deliciei-me com as mais diretas evocações de infância, com o de limão a encabeçar a lista de preferências. Mas há mais, muito mais; a 2,20 euros, o desfile de coisas boas é grande e rico. Por 2,80 euros com cobertura de chocolate. é uma opção vegan a considerar. Na variante cone de bolacha à antiga, o de uma bola custa 2,50 euros, o de duas 2,90 euros, e o de três 4,50 euros.

O gelado que dá nome à casa é obviamente o de morango e optei por me perder num belíssimo cone de uma bola, Deliciei-me com a pureza do sabor a ausência dos vezeiros artifícios doces que se encontra na maioria dos gelados. Claro que não resisti a conferir o Mediterrâneo, o gelado mais premiado da casa, também ele glorioso. As caixas compostas, feitas à nossa frente com os sabores da nossa preferência, são a opção familiar mais correta. Importante é ir, provar e voltar muitas vezes, até ter a certeza das preferências. Pode bem demorar meses até chegar ao esclarecimento definitivo. Mas temos tempo, e a Fragoleto vai estar sempre ali.

Onde encontrar

Fragoleto
Rua Acáco de Paiva 5-B
1700-003 Lisboa
Tel. 936 152 487
12:00-22:00
Aberto todos os dias

Mais Notícias

Outras Notícias GMG