Maria da Graça Carvalho

Maria da Graça Carvalho

Conselho Europeu. Apaguem a luz que nós voltamos para o ano

A reunião da semana passada do Conselho Europeu foi extremamente dececionante no que respeita à questão da energia. O tema está há muito na ordem do dia, devido à acentuada subida dos preços, ao seu impacto notório na economia e ao risco real de pobreza energética para muitas famílias neste final de outono e no Inverno. Exigiam-se medidas urgentes. Mas o que aconteceu, após "intenso debate", foi o adiamento para futura oportunidade de um entendimento pelo qual todos os europeus ansiavam.

Maria da Graça Carvalho

Uma estratégia para o lítio com as pessoas, e não com estas à margem

A estratégia europeia para as matérias-primas críticas foi debatida nesta sessão plenária do Parlamento Europeu, em Estrasburgo. Trata-se de um tema central para o futuro da União Europeia. O European Green Deal, e a própria Estratégia Industrial Europeia, têm como uma das suas grandes metas a substituição dos combustíveis fósseis por alternativas que, para serem viáveis, implicam a aposta massiva em soluções tecnológicas que dependem da disponibilidade destes recursos. Por exemplo, os automóveis elétricos, para os quais o lítio é essencial. Também a transição digital implica o reforço da produção europeia de componentes, igualmente dependentes de matérias-primas muito específicas.

Maria da Graça Carvalho

Eficiência energética pela sustentabilidade e pela qualidade de vida

A recente Diretiva de Desempenho Energético dos Edifícios (EPBD), da Comissão Europeia, esteve em debate nesta terça-feira na Comissão da Indústria, Investigação e Energia, do Parlamento Europeu, na qual sou vice-coordenadora do grupo do Partido Popular Europeu. O motivo foi a votação de um importante relatório de iniciativa do meu colega irlandês Sean Kelly, que torna bem evidente a importância de concentrarmos esforços na reabilitação adequada das nossas construções, habitacionais e não só, para alcançarmos as nossas metas de redução das emissões de CO2 e para assegurarmos a qualidade de vida das nossas populações.

Maria da Graça Carvalho

Ranking de Inovação. Mais do que uma queda, o retrato de uma realidade

A descida de sete lugares no Ranking Europeu de Inovação, que voltou a colocar-nos entre os países moderadamente inovadores apenas um ano depois de termos chegado pela primeira vez ao grupo da frente, não é obviamente uma boa notícia. No entanto, os indicadores relativos ao nosso país têm a virtude de deixarem bem claros os problemas de fundo que nos impedem de crescer ao ritmo a que desejaríamos e que nos levam até a desperdiçar muitos dos ganhos, nomeadamente em termos de qualificação da população e de capacidade científica, que fomos registando ao longo dos anos.

Maria da Graça Carvalho

Ser vacinado é proteger a comunidade

A notícia publicada nesta semana, dando conta de um aumento do número de utentes que estão a faltar sem aviso prévio a vacinas agendadas, só nos pode deixar preocupados. É importante que todos percebam - e se essa mensagem não está a passar deve ser reforçada por quem tem competências na matéria - que a pandemia de covid-19 ainda não acabou, e que dos comportamentos individuais dependerá em grande medida o nosso sucesso coletivo nesta "guerra" que já dura há mais de ano e meio.

Maria da Graça Carvalho

Qual é o preço da credibilidade?

Aparentemente, a realização da final da Liga dos Campeões, no passado dia 29 de maio, terá ficado "mais marcada pela positiva do que pela negativa". Foi o que nos garantiu o primeiro-ministro, no rescaldo das imagens que todos vimos nas televisões. Milhares de adeptos aglomerados nas ruas do Porto, a consumir bebidas alcoólicas na via pública e sem qualquer preocupação com o uso de máscara, muito menos o distanciamento social. Confrontos entre claques. Um polícia ferido e quatro adeptos detidos, segundo os dados oficiais da PSP. Um balanço positivo, portanto.

Maria da Graça Carvalho

Um passaporte para a normalidade

A aprovação pelo Parlamento Europeu, na semana passada, do Certificado Verde Digital é um passo muito importante rumo à normalização das nossas vidas. A mobilidade internacional representa muito para as pessoas cujas atividades implicam deslocações frequentes, para os emigrantes que esperam reunir-se com as suas famílias, e para setores que dependem dos visitantes estrangeiros, como o turismo e a cultura, sobretudo a cultura ligada aos museus, património histórico e grandes eventos.