história

Circum-navegação

A interminável viagem de Magalhães com novidades nas Filipinas onde foi morto

Numa época em que se contesta a memória histórica da expansão europeia, assinala-se o quinto centenário da viagem de circum-navegação que o português Fernão de Magalhães comandou ao serviço do rei de Espanha. Mas muito há ainda por descobrir sobre essa longa expedição, como recentemente mostrou o historiador filipino Michael Angelo Doblado.

Ciência vintage

William Rankin, o homem que cavalgou 40 minutos o coração de uma trovoada

Quarenta minutos na fita cronológica de uma vida não é muito tempo. Quarenta minutos no âmago destrutivo de uma nuvem cumulonimbus é-o. Há 61 anos um piloto norte-americano tornou-se o único ser humano a sobreviver à travessia de uma destas nuvens de tempestade, desde os 14 mil metros de altitude. Uma experiência de quase morte que tornou William Rankin "o homem que montou o trovão".

Exclusivo

história

A América foi fundada também por angolanos

Faz hoje, 25 de agosto, exatos 400 anos que desembarcaram na América os primeiros negros. Eram angolanos os primeiros 20 africanos a chegar à América - a Jamestown, colónia inglesa acabada se ser fundada no que viria a ser o estado da Virgínia. O jornal The New York Times tem vindo a publicar uma série de peças jornalísticas, inseridas no Project 1619, dedicadas ao legado da escravatura nos Estados Unidos. Os 20 angolanos de Jamestown vinham num navio negreiro espanhol, a caminho das minas de prata do México; o barco foi apresado por piratas ingleses e levados para a nova Jamestown. O destino dos angolanos acabou por ser igual ao de muitos colonos ingleses: primeiro obrigados a trabalhar como contratados e, ao fim de alguns anos, livres e, por vezes, donos de plantações. Passados sete anos, em 1626, chegaram os primeiros 11 negros a Nova Iorque (então, Nova Amesterdão) - também eram angolanos. O Jornal de Angola publicou ontem um longo dossiê sobre estes acontecimentos que, a partir de uma das maiores tragédias da História moderna, a escravatura, acabaram por juntar o destino de dois países, Angola e Estados Unidos, de dois continentes distantes.